O que queres ser quando fores grande?

by | Oct 25, 2022 | Residência de Estudantes

Damos-te as chaves para que saibas a que queres dedicar-te profissionalmente!

É a típica pergunta que te fazem desde que tens certo uso de razão (ou até mesmo antes!), mas desde muito cedo. Quando somos pequenos, respondemos com base nas nossas influências familiares, nas nossas séries favoritas ou nos nossos heróis infantis… bombeiro? astronauta? enfermeira? veterinário? Mas depois as coisas mudam, e cada vez mais são influenciadas por diferentes fatores. O que é claro é que, escolhamos o que escolhermos, devemos fazê-lo com base no nosso desenvolvimento como pessoas, nas nossas habilidades e nos nossos objetivos de vida. O mais importante é tentar fazer algo que gostemos e que nos faça sentir realizados como pessoas.

O grande desafio da escolha dos estudos superiores

Em Espanha, este caminho não começa quando se termina o 2º ano do ensino secundário e se faz a EBAU. Na realidade, começa no ensino secundário, porque é nessa altura que se começa a pré-delinear o caminho, quando se escolhe entre ciências, humanidades e ciências sociais ou artes e ensino secundário geral. Além destas 3 opções, existe também a opção de escolher o ensino secundário internacional, destinado a estudantes que querem estudar no estrangeiro.

Se ainda não sabes, nas escolas secundárias (sejam públicas ou privadas) existem departamentos de orientação, não apenas para saber para onde dirigir os teus passos, mas também para ajudar-te a enfrentar a EBAU e o que fazer caso não passes na nota de corte, por algum motivo. Sempre terás outras opções ao teu alcance.

Nas próprias universidades também existem departamentos de orientação e admissões que têm programas voltados para estudantes do ensino secundário e até do 4º ano do ensino básico. Fazem-no através de diferentes atividades, como palestras de orientação, oficinas, dias abertos e até simulacros da EBAU.

Além disso, existem plataformas e diversas associações (públicas e privadas) que oferecem ferramentas e muita informação para ajudar-te a orientar o teu futuro. Por exemplo, a educaweb, na qual, antes de começares a procurar de forma descontrolada, tens à tua disposição um teste, criado pela própria plataforma, com base no programa de orientação profissional autoaplicado (POPA), pensado para pessoas de todas as idades a partir dos 16 anos e de qualquer nível de formação. O objetivo do teste é ajudar-te a investigar quem és e qual é o teu perfil pessoal. Neste mesmo site, também podes encontrar informações detalhadas sobre todos os tipos de formação. Mas este é apenas um exemplo das opções ao teu alcance.

Depois de teres algumas preferências selecionadas, deves ter alguma visão de futuro. Primeiro: vejo-me nesta profissão quando estiver mais velho? Por exemplo, alguém pode gostar muito de crianças pequenas e decidir estudar magistério, mas tem de se imaginar a ser professor numa idade mais avançada, quando a energia pode ser menor. Também é interessante investigar “campos de trabalho” menos comuns. Trata-se de procurar certa “originalidade” saindo do comum. Por exemplo, se gostas de viajar, o natural é fazer turismo ou preparar-te para ser piloto. Mas o que tenho de estudar e onde para ser ferroviário ou controlador aéreo? E, por último, embora possa parecer óbvio, assim que te decidires, deves começar a comportar-te e sentir-te parte da profissão escolhida desde o primeiro minuto. É importante desfrutar e sentir-te realizado como pessoa.

Universidade ou formação profissional?

Há vários elementos que nos condicionam antes de escolher um curso universitário ou uma formação profissional. Logicamente, em primeiro lugar, estão as próprias habilidades pessoais: sempre tentaremos evitar o que nos é difícil. Em segundo lugar, o facto de talvez teres de mudar para outra cidade para fazer os estudos desejados. Também os aspetos financeiros, logicamente…

Outro ponto a ter em conta é se realmente estás destinado a ir para a universidade. Sabes que existem outras opções, como a formação profissional. Os especialistas em orientação têm isso claro: deve-se escolher uma ou outra opção com base nos interesses, circunstâncias e capacidades pessoais e sociais de cada um. Não há uma melhor do que a outra. Ambas são opções válidas, e ambas são necessárias na nossa sociedade. A diferença é que estão orientadas para perfis de pessoas diferentes, com interesses e preocupações distintas.

Benefícios e características de cada opção:

Ir para a universidade

1. É um trabalho mais intelectual

2. Oferece mais opções de crescimento profissional em pesquisa e desenvolvimento

3. Maior potencial de conforto profissional no caso de uma vida laboral prolongada

4. Maiores possibilidades de desenvolvimento internacional

5. Facilidade e rapidez de acesso às opções de especialização

6. Acesso potencial a salários mais altos após algum tempo de prática profissional

7. Facilidade de contacto com a respetiva rede de especialização

8. Níveis de responsabilidade em relação às pessoas

Estudar formação profissional

1. Trabalho mais manual

2. Níveis de responsabilidade em relação aos materiais e processos

3. Acesso rápido ao mercado de trabalho

4. Maior desgaste físico no desenvolvimento da vida laboral

5. Opções de mobilidade internacional um pouco mais limitadas, dependendo, claro, do setor

6. Mais possibilidades de estágios remunerados

7. Salários atrativos e estáveis desde o início do desenvolvimento da atividade profissional

8. Integração rápida nos processos produtivos. Embora com reciclagem de conhecimentos mais limitada.

Possibilidades de continuar os estudos Neste ponto, não há grandes diferenças; ambas as formações abrem portas para continuar com outras. No caso da formação profissional superior, podes fazer mais ciclos ou optar por formação na universidade. E, se tiveres estudos universitários, podes fazer outro curso ou complementar a tua formação com um mestrado ou doutorado

Comparte este post en Redes Sociales:

Entradas Relacionadas

Vida universitária em Coimbra

Vida universitária em Coimbra

Vida universitária em Coimbra: uma viagem de história e tradição Embora conhecida pela sua rica história, deslumbrante arquitetura e encantadora atmosfera, e a espetacular vida universitária da cidade que a ninguém deixa indiferente Coimbra para estudantes Coimbra, a...

Motivar-te para estudar: Chaves para o Sucesso Académico

Motivar-te para estudar: Chaves para o Sucesso Académico

Estudar é uma parte fundamental da vida dos estudantes, e a motivação desempenha um papel fundamental no sucesso académico. Enfrentar manuais, apontamentos, exames e projetos pode ser um desafio, mas encontrar a motivação certa pode tornar o processo mais eficaz e gratificante. Aqui, algumas estratégias para o motivar a estudar e a atingir os teus objetivos académicos.

COMIENZA TU EXPERIENCIA UNIVERSITARIA

COMIENZAS TU AVENTURA LIVENSER