As melhores cidades universitárias de Espanha

by | Jun 29, 2023 | Residência de Estudantes

Vamos contar-te quais são as melhores universidades para estudar

Se ainda não sabes onde estudar, toma nota destas cidades; são as melhores cidades para viver uma vida universitária única. Difícil decidir por apenas uma!

Vamos contar-te quais são as melhores universidades para estudar

Se pesquisares na internet, encontrarás vários artigos sempre mencionando as seguintes cidades, mais ou menos na mesma ordem: Barcelona, Madrid, Valência, Sevilha, Salamanca, Pamplona, Granada, Santiago de Compostela, Zaragoza e Bilbao. Málaga, San Sebastián e Oviedo também estão incluídas.

No caso de Portugal, as primeiras mencionadas são Lisboa, Porto, Braga e Coimbra (empatadas em terceiro lugar).

O que devo considerar ao escolher uma universidade?

Mas ao escolher uma universidade, não deves apenas considerar o curso que queres estudar (e, logicamente, a nota minima) mas também a qualidade de vida que a cidade oferece, a acessibilidade, a oferta de lazer e cultura diurnos (e noturnos, claro), a conectividade e onde queres viver, entre muitas outras coisas. E muito importante: tudo isso somado à tua personalidade e caráter, ou que experiências queres tirar de viver longe de casa durante um dos períodos mais importantes da tua vida. Porque claro… imagina que és uma pessoa a quem o mau tempo afeta muito o ânimo… Não será melhor escolher um lugar onde há mais tendência a sol e calor? Se és um desportista nato ou amante da natureza, talvez te interesse mais ir para o norte, não?

Voltando às estatísticas e rankings, dizemos-te no que se baseiam. Para fazer os rankings “oficiais” das melhores cidades universitárias, os especialistas geralmente consideram o número de universidades e cursos oferecidos por cada uma destas cidades, mas também levam em conta a qualidade de vida, acessibilidade, volume da comunidade estudantil e suas preferências, etc.

Assim, a consultora global de educação superior QS Quacquarelli Symonds comenta sobre Espanha: “Com uma população estudantil vasta e diversificada, que continua apaixonada por suas cidades muito tempo após a formatura, a Espanha está no topo dos melhores destinos de estudo do mundo. Os locais icónicos de fama mundial, o panorama culinário e a boa qualidade de vida contribuem para que suas cidades se destaquem na classificação, mas, como acontece com muitas das melhores cidades para estudantes, essas vantagens são acompanhadas por importantes considerações económicas para os estudantes”.

Barcelona é o número 1 na lista das melhores universidades de Espanha

Neste tipo de rankings, Barcelona lidera a lista. A Cidade Condal abriga algumas das universidades melhor classificadas de Espanha, reconhecidas por uma reputação académica incomparável e títulos muito valorizados em todo o mundo. Lá podes escolher entre universidades centenárias ou relativamente jovens, ambas com classificações muito apreciadas. Os numerosos programas de graduação, pós-graduação, mestrados e MBAs, os campus modernos e os ambientes de estudo confortáveis são apenas algumas das coisas que definem a vida académica em Barcelona. Sua localização geográfica, seu clima, suas praias e sua proximidade com os Pirenéus são alguns de seus principais atrativos, especialmente para estudantes internacionais. Para tua informação, de acordo com o ranking da QS, Barcelona tem uma pontuação de 84,6% em desejo, colocando-a em 17º lugar a nível mundial. Mas claro, isso também afeta os preços, em todos os níveis.

Madrid, em 2º lugar no ranking de Universidades

Estudar em Madrid é ótimo se procuras uma vida social e cultural rica e, claro, uma ampla oferta universitária, tanto pública quanto privada. As qualificações que receberás nas instituições de ensino superior de Madrid certamente valerão o teu tempo, trabalho e dinheiro. O ranking da QS mostra que ocupa o 51º lugar no indicador Voice Student, com base nas opiniões de quase 100.000 estudantes sobre a sua estadia numa determinada cidade. Reconhecida internacionalmente pela sua vasta e variada oferta, Madrid recebe anualmente milhares de estudantes internacionais. Na capital de Espanha, o ambiente multicultural e social estão garantidos, num ambiente seguro e na melhor localização. Apesar de não ter praia, está muito bem conectada com outras cidades espanholas e europeias (podes fazer ida e volta no mesmo dia, para comer uma paella em Valência, por exemplo) e na própria Comunidade de Madrid, podes encontrar ambientes naturais espetaculares, assim como pântanos e represas adequados para banhos e navegação.

Valência é uma das cidades universitárias mais populares

Valência está a tornar-se cada vez mais popular entre os estudantes, principalmente os internacionais. Conta com um bom número de prestigiadas universidades, muito reconhecidas pela sua excelência académica, e algumas das mais antigas de Espanha, como a Universidade de Valência, fundada em 1499. Também instituições como a Universidade de Berkeley, com sede na Cidade das Artes e das Ciências, atraem estudantes de música de todo o mundo. Na cidade do Túria e arredores, há muito para ver e explorar, além da praia e da reserva natural de Albufeira. Outro ponto a favor é que é bastante económica. Na verdade, e de acordo com o ranking QS mencionado anteriormente, Valência atinge a pontuação mais alta de Espanha em termos de acessibilidade, sendo a 46ª cidade estudantil mais acessível do mundo. Muitos estudantes universitários escolhem Sevilha, Granada e Málaga Das mais mencionadas do sul do país, nos rankings e listas, estão Sevilha, Granada e Málaga, por esta ordem. A capital andaluza tem sido uma cidade universitária desde o século XV, e isso nota-se: Sevilha sabe como acolher os estudantes, sejam nacionais ou internacionais. O encanto desta cidade e das suas gentes, o clima e a rica cultura fazem com que aprendas não apenas na universidade, mas também nas suas ruas, onde passarás grande parte do tempo. A primavera é o seu auge, com a Feria de Abril e a Semana Santa.

Granada também é uma das melhores cidades de Espanha para estudantes, não apenas pela sua universidade com muita história (fundada em 1531), mas também porque é bastante económica, oferece muitas possibilidades em termos de lazer e cultura, e tudo está muito acessível não apenas dentro da própria cidade, onde podes ir a quase todos os lugares a pé, mas também muito perto da praia e da Sierra Nevada. A mistura de culturas e tradições que se sucederam ao longo dos séculos impregna cada canto da cidade e a personalidade das suas gentes. Ah, e por último, mas não menos importante: em muitos bares, oferecem-te uma tapa gratuita quando pedes a tua bebida ;).

Málaga, por sua vez, é a sexta cidade no ranking de qualidade de vida elaborado recentemente pela OCU. Na verdade, está a tornar-se uma das capitais mais desejadas para viver e estudar, não apenas pelos vários cursos e pós-graduações que oferece, mas também pelo seu clima suave, a praia e a grande quantidade de planos na própria cidade e arredores. A procura aumentou consideravelmente, também devido à saturação de graduados noutras cidades. De acordo com um estudo da Universidade Complutense de Madrid, é a cidade andaluza com melhor reputação. É considerada uma das melhores cidades para fazer negócios em Espanha, um exemplo de Smart City com inúmeros e importantes projetos de sustentabilidade ambiental e um importante nicho de criação de empresas de novas tecnologias e startups, favorecido pela influência do seu parque tecnológico (PTA). Mas atenção! As vagas em residências de estudantes voam, por isso, despacha-te a reservar se estás a pensar em estudar lá.

Salamanca, um ambiente universitário único

Entre as cidades universitárias por excelência está Salamanca, cuja universidade foi fundada pelo Rei Alfonso IX de Leão em 1218, sendo a mais antiga das universidades espanholas. Está repleta de história, cultura e beleza. E o seu centro histórico é Património Mundial da UNESCO. Como cidade universitária, é altamente vibrante e tem uma grande diversidade de estudantes de todos os cantos do mundo. A qualidade de vida é maravilhosa e os custos são acessíveis, além disso, tudo está a uma distância muito confortável.

Em Pamplona, viverás a etapa universitária de outra maneira

Voltamos ao norte e chegamos a Pamplona, uma cidade pequena, com muito ambiente e onde viverás uma das melhores experiências universitárias que, embora tenha uma história universitária relativamente recente, possui campi excecionais, quer seja na universidade pública ou na privada. Assim que chegares, tornar-te-ás fã do famoso Juevintxo, como todos os teus colegas da residência… e é que todas as quintas-feiras do ano, por apenas 2 euros, podes desfrutar de um vinho e de um pintxo em mais de 30 bares diferentes! E claro, poderás desfrutar das mundialmente famosas festas de San Fermín. Gostes ou não de touradas, é uma experiência que tens de viver, mesmo que seja uma vez na vida.

San Sebastián, uma cidade com ambiente e boa oferta académica

San Sebastián tem um ambiente natural espetacular, com as suas montanhas e as maravilhosas praias da Concha e de Gros, e uma arquitetura elegante e cuidada. Os desportos marítimos como as famosas traineras, o surf ou a vela tornam-na muito atrativa. E é que, nesta pequena cidade do norte, o desporto é uma obrigação. A sua gastronomia e a proximidade à França são uma mais-valia. Donosti não tem uma grande concentração de universidades. Existem dois campi: o da Universidade do País Basco (pública), que fica no bairro Antiguo, perto da praia Ondarreta, e o da Universidade de Deusto (privada), aos pés do rio Urumea.

Embora não seja exatamente uma cidade universitária, devido à presença de muitas faculdades, a quantidade de estudantes lá é imensa, portanto, há um bom ambiente universitário. Tal como acontece em Pamplona, as quintas-feiras são o dia “top” dos universitários e o plano é o seguinte: geralmente ficam ao pôr do sol, por volta das 19:00-19:30 em Gros ou na Parte Velha (dependendo dos gostos de cada ambiente e pessoa) e começam com o “pintxo-pote”. É uma tradição em que os bares oferecem a cerca de 2€ um pintxo (tapa) e uma bebida (uma cerveja ou um vinho, por exemplo), onde as pessoas se encontram com os seus amigos, conversam, flertam e aquecem os motores para sair à noite.

Bilbao, uma cidade cada vez mais universitária

Por último, falamos-te de Bilbao, uma cidade que não é tradicionalmente universitária, mas que desde 2021 está a fazer uma aposta clara nesta faceta. Lá vão muitos residentes de outras zonas do País Basco e também muitos estudantes internacionais. O ambiente universitário é muito bom, tal como noutros lugares, as quintas-feiras são o dia por excelência de festa dos universitários. É uma cidade confortável porque, em si, não é tão grande, e podes ir a pé para quase qualquer lugar, mas para os mais preguiçosos, há a opção do metro e/ou elétrico.

Comparte este post en Redes Sociales:

Entradas Relacionadas

Concluí a universidade, e agora, como encontro trabalho?

Concluí a universidade, e agora, como encontro trabalho?

A transição da vida universitária para o mundo do trabalho é um passo emocionante na tua jornada de autodescoberta e crescimento. No entanto, sabemos que pode ser um pouco abrumador. Na Livensa Living, estamos comprometidos com o teu sucesso e bem-estar em todas as etapas da vida, por isso, oferecemos alguns conselhos valiosos sobre como encontrar trabalho depois da universidade.

COMIENZA TU EXPERIENCIA UNIVERSITARIA

COMIENZAS TU AVENTURA LIVENSER